Cursos Magento

Magento Live Austrália 2019: O que levei daqui

,

19 de fevereiro de 2019

Na semana passada – 12-13 de Fev – aconteceu o Magento Live Austrália 2019 (#MLAU19), aqui em Sydney.

Algumas coisas foram típicas de todo evento da Magento. Tivemos a área de expositores e patrocinadores, boa comida e claro, muitas palestras.

Mark Lavelle no Palco

Mark Lavelle (CEO Magento) falando sobre a aquisição pela Adobe

 

Além disso, tivemos várias oportunidades para conhecer vários membros da equipe Magento. Quem pôde atender ao Contribution Day – que ocorre um dia antes – teve ainda mais contato com os desenvolvedores.

Confira aqui o que levei dos bate-papos e palestras com Alex Paliarush (Magento), Monisha Varadan (Google), Anton Krill (Magento), Ben Marks (Magento), e muitos outros.

GraphQL, Venia Store e PWA

Desde o último MLAU a Magento continuou trabalhando fortemente no GraphQL, e até testes unitários com GraphQL foi abordado na palestra do Kristof Ringleff (Fooman).

O GraphQL é uma linguagem open source para manipulação de APIs criada pelo Facebook. No caso do Magento, usado como alternativa para as APIs REST e SOAP, e usada na implementação do PWA.

Desta vez até eu cheguei a brincar com o GraphiQL (plugin pro Chrome).

Brincando com GraphiQL e fazendo queries na loja de exemplo

PWA (Progressive Web Applications) é outra tecnologia que falaram muito ao longo do evento. De forma bem resumida, o PWA permite salvar conteúdo de forma off line, possibilitando uma experiência bem melhor para dispositivos móveis.

A Magento criou uma loja modelo chamada Venia Store que usa PWA e GraphQL. Ela seria como a Luma Store (ou Madison Island), para quem quer brincar com PWA.

A mensagem aqui foi: O GraphQL é fantástico e estamos usando. O PWA é o novo responsivo, ou seja, pensou em mobile, pense em PWA e não apenas em responsividade.

Velocidade é chave no e-commerce (você já sabia)

O pessoal do Google esteve em peso no evento não apenas por causa do PWA ou das novas integrações do Magento com Google Ads. Vieram para nos lembrar da importância da velocidade de um e-commerce e dar um puxãozinho de orelha nas lojas Magento.

De acordo com Manisha, sites em Magento são mais pesados e mais lentos que outros tipos de sites. É nossa missão mudar este cenário.
Manisha também apresentou uma ferramenta bem legal para medirmos o quanto estamos perdendo (monetariamente) com a lentidão do nosso site na experiência mobile: https://thinkwithgoogle.com/feature/mobile

Outros números legais

Veja outros números apresentados em diferentes momentos do evento:

  • 69% dos usuários abandonam o carrinho por ter muitos passos para concluir a compra
  • 28% abandonam por ter muita informação pra preencher no celular
  • A região Asia Pacifico (APAC) em 2016 foi responsável por 12% das vendas no varejo online
  • 76% de participação de dispositivos móveis nas vendas de e-commerce nesta região (Jan/2018)

Magento 2.3.1 vem com muitos recursos legais

A Magento e a comunidade de desenvolvedores sempre trazem novos recursos. Desta vez não será diferente.

Integrado com Marketplaces, Google Smart Campaigns, e mais

Agora o Magento vem com integrações nativa com Amazon Sales Channels. Esta é a primeira de muitas integrações com Marketplaces que o Magento está planejando. Pude ver uma demo e parece que o pessoal fez a lição de casa direitinho. Dá pra fazer a associação DE-PARA das categorias e atributos, corrigir problemas de inconsistência, e até ajustar regras automáticas de preço com base no preço da concorrência. E o melhor de tudo: estará disponível na versão Open Source. 🙂 Saiba mais no anúncio oficial.

Da mesma forma, uma integração com Google Smart Campaigns permite gerenciar campanhas e recursos de inteligência de campanha direto no próprio dashboard Magento.

Page Builder

Outro recurso bacana que vem aí é o Page Builder e a possibilidade de modificar páginas de produtos, categorias, etc com recursos de arrastar e soltar.

Desta vez, somente para versão Commerce.

Ambientes de Desenvolvimento

Tivemos uma sessão com mesa redondas abordando diversos assuntos. Na minha mesa (Devbox) falamos sobre ambientes de desenvolvimento para Magento 2, e contamos com a presença do Alex Paliarush.

Ele está desenvolvendo um ambiente Magento usando Kubernetes.

Kubernetes é um sistema de gerenciamento de contêiners, open source, criado pelo Google, e já suportado em serviços cloud.

Um dos benefícios que me chamou atenção, foi a velocidade de montar o ambiente localmente. Ainda preciso testar de verdade.

Indo mais longe… E mais rápido no Magento local.

Enquanto conversávamos, também surgiu uma ideia ainda mais alucinante para deixar o ambiente local mais rápido, independente do sistema.

Trata-se da criação de um disco rígido ou partição usando a memória RAM da máquina. Como o Magento toma muito tempo gravando e lendo arquivos no disco, esta parece ser uma solução fantástica, embora um tanto arriscada.

Já fiz alguns testes localmente, e espero conseguir publicar algo para os alunos do Curso de Magento 2 em breve.

 

O que vem aí? (Roadmap Magento)

Agora também é possível acompanharmos o roadmap do desenvolvimento do Magento e quando os recursos estarão disponíveis.

Além disso, a ideia é que cada vez mais o lançamento de novas versões seja mais independente e interativo. Em outras palavras, cada vez mais não precisaremos esperar uma nova versão do Magento para termos acesso a um novo recurso.

Esta nova abordagem começa a ser usada com os recursos de MSI (Multi-Source Inventory), Page Builder e PWA  ao longo do tempo.

Veja também: Roadmap do GraphQL

No ano passado…

Quer ver o que rolou no Magento Live do ano passado (2018)? Naquela época consegui até fazer um livro-resumo sobre o evento e que divulguei apenas para os alunos do Magenteiro. Veja aqui.

Ricardo Martins

É desenvolvedor web há 16 anos e um dos primeiros certificados pela Magento no Brasil. Instrutor de mais de 8 cursos Magento (os principais no magenteiro.com/cursos) com mais de 9 mil alunos de 100 países, é também criador do módulo PagSeguro Transparente, usado em mais de 12 mil lojas.

Últimos posts por Ricardo Martins (exibir todos)

Assuntos: | |
Comentários